(11) 2950 2304 / 2976 2763
Acompanhe também

CUIDANDO DE VOCÊ NATURALMENTE

Você pode cuidar de você de forma natural, veja como.
Com as dicas do fitoterapêuta André Resende.
Noticia:
Anvisa reconhece os efeitos terapêuticos das ervas medicinais
“Ervas medicinais, um estilo de vida”
O uso de ervas medicinais é a forma mais antiga de cuidar da saúde e da beleza.
O André Resende, fitoterapêuta e pesquisador das ervas medicinais, com vários livros e artigos publicados em revistas e jornais, além de ser convidado para inúmeros programas de TV para falar sobre o assunto com muito sucesso. André vem desenvolvendo seu trabalho há mais de 25 anos, sempre com ética e dedicação, dando dicas de uma das mais antigas e saudáveis bebidas do mundo.
O chá foi criado por volta de 2800 anos pelo imperador Shem Nung, depois passou a ser uma bebida difundida em todo o planeta e que está presente em quase todas as sociedades do mundo. Existem centenas ou milhares de receitas, a maioria com muitos atributos que fazem bem ao organismo de diversas formas. Em vários países as ervas medicinais são usadas em tratamentos ou como complementos médicos com excelentes resultados.
A ANVISA, depois de tanto tempo, está reconhecendo esta prática milenar, países como: Japão, Índia, Coréia, China, Estados unidos, toda Europa, entre outros, usam as ervas de forma legal há muitos anos. Nos estados unidos, em 2009, 43% de todos os tratamentos feitos no país foram feitos de forma natural.
O Brasil, um país tão rico em ervas medicinais, se faz necessário que as autoridades da área de saúde implantem o seu uso para que todas as pessoas possam fazer uso das ervas medicinais e que os profissionais das áreas de tratamentos naturais tenha o respeito que merecem e facilitem, também, os registros de produtos naturais para que todos possam usar ervas com procedência, evitando ervas com fungos,poluição e sem laudo. Desta forma poderá haver um controle melhor sobre a qualidade dos produtos naturais e todos que usam as ervas medicinais terão o direito de saber as suas indicações e seu uso correto e contra indicações.
Usar as ervas de forma correta é muito importante para um bom resultado. Nunca se deve usar de forma abusiva, o bom censo em usar pode evita danos a saúde. As grávidas ou com suspeita de gravidez, ou que esteja amamentando, devem ter cuidado com o uso da ervas. Quem sofre de hipertensão, gastrite, Insônia, depressão deve evitar as ervas energéticas, tais como: Guaraná em pó, ginseng e ervas com alto índice de cafeína, como: Chá verde e o Chá preto. Quem sofre de colite, inflamação intestinal, refluxo, grávidas, devem evitar a cascara sagrada e o sene.
André Resende da uma relação de ervas e suas indicações, e alerta: “Não usem ervas de rua, poluídas e sem origem comprovada”. Não se deve ultrapassar 1 litro de chá por dia e se o chá contiver mais de uma erva, deverá ser feito com um punhado de dedo de cada erva (mais ou menos 5g). Se o chá contiver apenas uma erva poderá ser usado um punhado de mão que da mais ou menos 10g.
Não usar vasilha de alumínio para o preparo do chá, pois oxidará, o certo é usar vasilhas de vidro para seu preparo. Os chás triturados, em pó apresentam melhores resultados por conta de seus princípios ativos reagirem com mais facilidade. Já existem no mercado os chás em pó e em saches.
“Ervas medicinais, uma alquimia maravilhosa que vem da natureza, preservá-la e como preservar a própria vida.”
Peso ideal é igual a alimentação ideal?
É recomendável, junto a dieta, praticar exercícios físicos regularmente no mínimo três vezes por semana. Combine exercícios aeróbicos tais como: ciclismo, natação, caminhada, corrida, etc...
• Reeducação alimentar:
Consiste em comer exatamente tudo o que você sentir vontade com moderação, diminuindo apenas a quantidade de açúcar e carboidratos e legumes da sua alimentação. No almoço coma primeiro as verduras, legumes e depois a carne. Deixe por ultimo os carboidratos (arroz, macarrão, etc...) pois quando for comer os alimentos com mais calorias sua fome estará minimizada.
• Evite massas no jantar.
Truques para emagrecer.
Compre um caderno e marque tudo o que comer assim, quando ler, verá quantos “pecadinhos” cometeu e evitará praticá-los no dia seguinte.
Substitua o Açúcar por STEVIA, na falta deste, dê preferência ao mel ou açúcar mascavo. Observe a diferença.
• Na hora da fome
Coma algo leve e não fique muito tempo em jejum entre as refeições.
Prepare um suco light e refrescante; Bata gelatina “diet” com água gelada e um pouco de fruta a escolher: Laranja, morango, etc.
Alimentos ricos em fibras matam a fome. Esses alimentos exigem uma mastigação lenta e fazem com que o cérebro receba a mensagem de que a pessoa esta satisfeita.
Coma as refeições com saladas. O organismo levara mais tempo para sentir-se saciado e, assim, você sentira menos fome.
Nunca troque uma refeição completa por somente sucos ou saladas, pois o corpo sentira falta de alimentos consistentes e, quando menos esperar, você ira sentir uma fome colossal e ira acabar “furando” a dieta. Cuidado. Comer de tudo é uma arma poderosa e irá dar forças para combater ímpetos devoradores.
Tomar bastante água: Assim ira manter o organismo hidratado e não confundira fome com sede.
Antes de começar, ligue-se nessas dicas:
No verão aproveite pra comer muita salada. Sucos de frutas, também, são fundamentais para repor as energias e alimentar o corpo.
A atividade física influirá bastante. Quem se exercita tem maiores possibilidades de perder peso. O metabolismo ficará ativado e você gastará energia mesmo quando não estiver se exercitando. Procure exercitar-se pelo menos três vezes por semana.
Nada de abrir o açucareiro, use “stevia” e respeite as quantidades indicadas e não diminua ou aumente as porções.
São cinco refeições diárias. Alimente-se sempre no mesmo horário e não pule nenhuma das refeições. O horário é importante.
1. Dia: Isso! Animo! Você começará a dieta. Aproveite para planejar o que vai comer durante o dia. Tenha sempre por perto algumas frutas e vegetais frescos. Se apertar a fome na hora de dormir, resista e procure afastar-se da geladeira. Tome um chá gelado.
2, 3 e 4, Dias: Calma. Há um processo de adaptação. Seu estomago ainda esta se acostumando com menos alimentos. A sensação de fome é normal e irá passar, tenha fé e aquente firme.
5. e 6. Dias: A fome diminuirá. Você irá sentir-se mais leve e já deve ter perdido algumas boas gramas. Isso não é ótimo?
7. Dia: Termino da primeira semana. Capriche na atividade física para ajudar seu corpo a emagrecer.
8. Dia: Não desanime e não desgrude da balança. Agora seu corpo esta realmente perdendo gorduras, apesar de não aparentar.
9. Dia: Seu corpo precisa de todo nutriente para queimar as gorduras. Não pense que se comer menos do que é indicado no cardápio você perderá mais peso.
10. e 11. Dias: E a hidratação? Como anda? Agora mais do que nunca é necessário beber bastante água.
12. Dia: Nada de ceder às tentações hem? Você esta emagrecendo, mas o processo não chegou ao fim. Seja forte e comece a planejar seu programa de manutenção, ou você desejar ganhar todo o peso que perdeu de novo?
13. Dia: Você já esta mais magro e deve estar se sentindo bem melhor. Parabéns!
14. Dia. Anime-se que continuara a perder peso. Mantenha a reeducação alimentar. Durante este tempo você poderá ir ao barzinho e até ao restaurante, isso se tiver força de vontade, que ver como?
• Não vá ao bar ou restaurante com fome, coma algo antes
• No bar, não beba nada alcoólico. Bebidas só diets.
• Caso deseje beliscar alguma coisa, dê preferência as saladas cruas com azeite extra virgem, ou coisas do gênero.
• No restaurante o procedimento deverá ser o mesmo. Escolha saladas e verduras Vegetais em palitos é a melhor pedida. (pepinos, cenouras, rabanetes, salsão, etc.) na tigela com gelo será a melhor pedida. Para prato principal, peça vegetal ao vapor, peito de frango grelhado, etc.
• Recuse a sobremesa ou peça, no Maximo, uma fruta, desde que não seja em caldas.

Plantas Daninhas na Medicina caseira
Muitas pessoas desconhecem que os remédios para vários tipos de doenças podem ser encontrados no quintal da própria casa ou em terrenos baldios
Afinal, O que é uma planta daninha e como podemos utilizá-la para fins medicinais? Esta é uma questão que deixa muita gente em dúvida se pode ou não utilizar aquela planta que é considerada praga na lavoura e ao mesmo tempo é usada na medicina caseira.
Mas algumas destas plantas são muito mais eficientes que os remédios farmacêuticos. Plantas como o picão preto, quebra-pedras, mentruz, mentrasto, língua-de-vaca, cordão-de-frade, rubim, caruru, beldroega e mais uma centena de espécies, não são utilizadas pela população, principalmente pelo preconceito que sofrem por serem plantas que dão em qualquer lugar; além disso, não são consideradas nobres, como o alecrim e a melissa, por exemplo.






Veja aqui as principais indicações para essas plantas:
Picao preto: Hepatite, malária e anticancerígeno.
Quebra-pedras: Diurético, cálculos renais e afecções do fígado, também pode ser usado no combate a problemas estomacais.
Mentruz: Sistema respiratório, afecções renais e contusões.
Menstrato: Artrite ou artrose, contusões e inchaços.
Língua-de-vaca: Dores musculares, afecções das vias urinárias.
Cordão-de-frade: Nevralgias, úlceras, asma, tosse e ácido úrico.
Rubim: Cicatrizante, diurético e vermífugo.
Caruru: Diurético, retenção de urina, emoliente.
Beldroega: Diurética, elimina toxinas dos intestinos e da pele, abscessos úlceras e erisipela.

GLOSSÁRIO DOS CHÁS MEDICINAIS
Afecçôes da pele: Bardana.
Afta: Alfavaca.
Anemias: Angélica, Carqueja, Casca d’Anta, Fedegoso, Ipê-Roxo, Pfáfia, Quássia, Quina, Sucupira.
Anti-Alérgicos: Calêndula, Equinácea.
Artrose: Arnica.
Asma: Alfazema, Aroeira, Caroba, Eucalipto, Gengibre, lmburana, Jaborandi, Mulungu, Picão, Poejo, Tomilho.
Azia: Alfavaca, Amora-Branca, Banchá, Cardo-Santo, Funcho.
Bronquite: Alfavaca, Catinga-de-mulata, Guaco, Imburana, Jaborandi, Orégano, Poejo, Raiz-de-lótus, Tansagem, Tomilho.
Cálculos Biliares: Boldo-do-Chile.
Calmantes: Alfazema, Hípérico, Maracujá.
Caspa (uso externo): Aquiléia.
Cicatrizantes: Arníca, Barbatímão, Caroba, Chá-de-Bugre, Espínheira-Santa, Pau-Andrade.
Cistite: Cana-do-Brejo, Cipó-Cabeludo.
Colesterol: Alcachofra, Beringela, Graviola, Farinha de Maracujá, Nogueira, Salsaparrilha, Urucum.
Cólicas: Abútua, Agoniada, Angélica, Calêndula, Camomila, Canela, Cipó-Mil-Homens, Endro, lmburana, Noz-Moscada.
Coração: Alecrim, Crataegus, Hortelã.
Depressao: Alecrim, Canela, Hipérico, Marapuama.
Depurativos: Bardana, Cana-do-Brejo, Dente-de-Leão, Pata-de­Vaca, Salsaparrilha, Tarumã.
Diabetes: Amora-Branca, Chapéu-de-Couro, Graviola, Jambolão, Pata-de-Vaca, Pedra-Ume-Caá, Quina.
Digestivos: Alcachofra, Aniz­Estrelado, Banchá, Boldo-do-Chile, Camomila, Cardo-Santo, Chá-Verde, Coentro, Cravo-da-Índia, Endro, Erva-Doce, Funcho, Macela, Manjericão, Mentrasto, Orégano, Sálvia.
Diuréticos: Abacateiro, Alcachofra, Carqueja, Chapéu-de-Couro, Chá Verde, Estigmas de Milho,
Morango (Folhas), Pata-de-Vaca, Sete-Sangrias, Tarumã.
Enxaqueca: Alfazema, Guaraná, Manjericão.
Estimulantes: Canela, Mate, Chá-Preto, Hortelã, Pfáfia, Ruibarbo.
Estômago: Alfavaca, Aquiléia, Boldo-do-Chile, Camomila, Casca-d’Anta, Fel-da-Terra, Macela,
Mentrasto, Quina.
Furúnculos: Aroeíra, Cipó-Suma, Linhaga.
Gases: Alfavaca, Angélica, Aniz-Estrelado, Camomila, Endro, Erva-Cidreíra, Erva-DOCC, Funcho, Louro, Mangerona.
Gripes: Alfavaca, Canela, Capim-LimãO, Equinácea, Imburana, Poejo, Sabugueiro, TomilhO.
Hemorragias: Barbatimão, Imburana.
Hemorróidas: Amora-Branca, Barbatimão, Erva-de-Bicho.
Hipertensão: Crataegus, Estigmas de Milho, Hipérico, Sete-Sangrías, Tarumã.
Inflamações na Bexiga: Abútua, Amora-Branca.
Inflamação Gastrointestinal: Aquiléia, Maçã.
Inflamaçôes no Útero: Abútua, Agoniada, Calêndula, Sálvia, Tarumã, Uxi-Amarelo.
Inflamaçao dos Ovários: Agoniada, Tansagem, Unha-de-Gato, Uxí amarelo.
Insônia: Aníz­Estreledo, Capim-Limão, Erva-Cidreira, Lúpulo.
Lavagem Íntima (uso externo): Barbatimão.
Leucorréia: Cana-do-Brejo,c ipó-Suma, Nogueíra, Quássia.
Menstruação Difícil: Agoníada, Coentro (ver "Cólícas”).
Olhos: Camomíla (compressas), Rosa-Branca.
Osteoporose: Alfafa, Sucupira.
Ovários Policísticos: Uxí amarelo.
Raquitismo: Alfafa.
Relaxantes: Alfafa, Hortelã, Tília (em Banhos), Valeriana.
Reumatismo: Abacateiro, Arnica, Catinga-de-Mulata, Erva-Macaé, Graviola, Marapuama, Mentrasto, Sucupira, Tayuya, Unha-de-Gato, UXi-Amarelo.
Rinite: Alfazema, Aroeira, Calêndula, Canela, Capim-Limão, Caroba, Eucalipto, Equinácea, Guaco, Imburana, Poejo, Tomilho.
Rins: Abacateiro, Abútua, Amora Branca, Aroeira, Cavalinha, Douradínha, Quebra-Pedra, Rosa - branca.
Sinusite: Buchinha-do-Norte (inalação), Raiz­de-Lótus.
Sistema Nervoso: Angélica, Erva Cidreira, Ginko•Biloba.
Tônico Capilar (uso externo): Alecrim, Babosa, jaborandi.
Tosse: Catinga-de-Mulata, Eucalipto, Guaco, Imburana, Poejo.
Vias Respiratórias: Aroeira, Catinga-de-Mulata, Cardo-Santo, Eucalipto, Gengibre, Guaco, Imburana, Manjerona, Orégano, Poejo, Raiz-de­Lótus, Tomilho.
Vias Urinárias: Abútua, Aroeira, Caroba, Cipó-Cabeludo, Cipó-Mil•Homens, Erva-de-Bicho, Estigmas de Milho, Quebra-Pedra, Salsaparrilha, uxi-Amarelo. `

Frases Interessantes:
• “Viva a cada dia como se fosse o ultimo, pois, um dia desses será mesmo”
• “Viver é a coisa mais rara do mundo. A maioria das pessoas apenas existem”

Editora Ibrasa. Fone. 11-3284 8382 www.ibrasa.com.br
Dicas para compra de produtos naturais com procedência e qualidade: www.naturezaequilibrio.com.br sua loja virtual.(EM BREVE)
Quer fazer um tratamento natural? Agende uma consulta;
Fones: 11-2975 32682 e 2976 2763
Uma Edição do Instituto André Resende

Leia mais
  1. Publicações Revistas
  

TELENATU COMERCIAL LTDA

Rua Nilo Luís Mazzei, 307, Fundos

2081070

011 2976-2763

photo André Resende - Fitoterapeuta
Work:
Rua Nilo Luís Mazzei, 307, Fundos
São Paulo,SP   2081070
Work:011 2976-2763